Clique aqui para anunciar

Projeto cultural elabora cartilha de atividades e distribui para escolas

Projeto cultural elabora cartilha de atividades e distribui para escolas

O Projeto Cultural Arquitetura e Cidade para Crianças chegou ao fim em 2017.

Com isso, o projeto distribuirá, no mês de fevereiro, uma cartilha de atividades para todas as escolas da rede municipal.

A cartilha conta com uma introdução aos conteúdos e módulos abordados nas oficinas do projeto.

Além disso, o material possui doze atividades que podem ser facilmente replicadas no ambiente escolar.

De acordo com a Amanda Tiedt, uma das idealizadoras do projeto, a ideia é que os professores possam executar as mesmas atividades realizadas durante o projeto em sala de aula com as crianças:

“Já que não conseguimos levar as oficinas à todas as escolas municipais neste primeiro momento, entendemos que esta é uma forma de democratizar e compartilhar os conteúdos e atividades que são produto de um ano de pesquisa e trabalho”.

O objetivo do material inserido na cartilha é despertar a criança para o entendimento e cuidado com o patrimônio cultural edificado.

Além de estimular os educadores a trabalhar de forma prática e lúdica a relação das crianças com a cidade, o desenvolvimento da cidadania e a relação entre cidade e natureza.

A cartilha também ficará disponível online para download gratuito.

O objetivo é fazer com que pais e mães também possam trabalhar os conteúdos oferecidos pelo projeto dentro de casa.

O Projeto Arquitetura e Cidade para Crianças é patrocinado pelo Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Blumenau.

O conteúdo da cartilha foi produzido por Amanda Tiedt, Fabíola Cordeiro, Ana Glória Nunes e diagramado por Guilherme Hostins.

 

 

Sobre o projeto

As idealizadores foram inspiradas pelo “Arquitectura para niños”, que é um projeto realizado em escolas da Galícia, na Espanha.

Neste projeto, as crianças têm a oportunidade de receber, dentro do horário escolar, o curso de iniciação a arquitetura.

As arquitetas decidiram implantar e adaptar essa ideia em Blumenau.

O projeto é multidisciplinar, lúdico e envolve atividades correlacionadas de aprendizagem através do descobrimento, colaboração e a autonomia.

A proposta é trabalhar com oficinas culturais e educativas, que conectem as crianças com a cidade, além de democratizar o acesso ao patrimônio cultural edificado.

Além das oficinas abertas ao público que aconteceram na Fundação Cultural e no Greenplace Park, três escolas municipais também receberam as oficinas projeto: Alberto Stein e Visconde de Taunay, na Escola de Educação Básica Governador Celso Ramos.

Patrocinado